27 de junho de 2014

Proposta de Resolução Exame Nacional Geometria Descritiva 2014 - 1.ª fase - Q2

Geometria Descritiva A 708 | Prova - Critérios de classificação
Como uma das retas é frontal, serve bem como eixo de rebatimento. Bastou então rebater ou rodar um ponto "A" da segunda reta para conseguir projetar em VG o ângulo em causa.
Claro que há quem goste que inserir um outro eixo de rotação, deve ser para tornar este exercício um pouco mais complicado, confuso, trabalhoso, difícil e ... enfim :-) seguir as orientações com palas.

21 comentários:

Anónimo disse...

Boa tarde, obrigado por disponibilizar a sua proposta de correção.
É possível saber se o exercício está correto se o método utilizado for o método em que se rebate o ponto definido pelas duas retas e o ângulo formado for entre Hp1 e Hf1 a passar por Pr?

Anónimo disse...

Por Br* peço desculpa.

João Paulo Araújo disse...

Sim, claro. Consulte outras soluções na APROGER ou em http://www.gd.elisiosilva.com/resolucao_exames_gd.html

João Paulo Araújo disse...

Digo: APROGED (www.aproged.pt)

Anónimo disse...

Boa tarde, fiz hoje de manha o exame de geometria descritiva e ao que tudo indica tenho este exercicio correto, a unica diferenca é que em vez de 54º coloquei alfaº (alfa em letra grega) porque foi assim que o meu professor me ensinou, sera que consideram a minha resposta correta?

João Paulo Araújo disse...

Sim, claro. No exame não devem indicar o valor do ângulo. Apenas coloquei aqui para uma melhor comunicação.

Anónimo disse...

se nos colocarmos um dado com 2 ou 3mm a mais ou a menos do que era pedido, por exemplo 2,3 cm de abcisa em vez de 2 (como era pedido) é considerado erro de rigor ou de traduçao de dados?

Anónimo disse...

Boas. A resolução deste exercício poderia ser feita encontrando os H's de cada recta, fazer uma charneira e rebater o ponto B? Depois ligar o Br aos H's da charneira.

João Paulo Araújo disse...

2 ou 3mm em 2cm é um grande erro, só o classificador poderá decidir onde se enquadra o erro. Admito, no limite dos 15% que possa ser "compreendido" como erro de rigor.

João Paulo Araújo disse...

Claro que há diversas formas de colocar o ângulo em verdadeira amplitude. Optando pelo rebatimento, qualquer eixo horizontal ou frontal poderá servir. Assim, encontrando os "Hs" das retas pode utilizar a reta horizontal que é o traço do plano que as contém.

Anónimo disse...

Fico mesmo feliz por saber que é possível fazer por esse processo.
No entanto tenho uma dúvida. Como B1 se encontra abaixo do eixo de rebatimento, está correto utilizar o processo de rebatimento num plano passante? Fazer aquele triângulo de rebatimento de uma forma diferente... é que fiz assim e deu-me um ângulo mais ou menos parecido.

Anónimo disse...

se eu puser 55 graus é grave? ou há tolerância de alguns cm?

Anónimo disse...

a mim tambem me deu 55º anonimo das 7.50!

Anónimo disse...

Eu compliquei um bocado mas eu achei os f e h da reta de perfil e fiz um plano obliquo que contenha as duas retas. depois rebati o plano obliquo e tive a reta de perfil e de frente rebatidas foi só marcar o angulo. Deu-me 55º graus, será que está certo? Alguem que me diga!

João Paulo Araújo disse...

Anónimo das 7:33 - Olhe que o plano não é passante ... é oblíquo ... o eixo pode ser horizontal ou frontal desde que pertença ao plano.

João Paulo Araújo disse...

O valor do ângulo dá sempre mais ou menos dois graus, 56, 55, 54, 53 ... só mesmo realizando em computador poderemos saber com absoluto rigor.

João Paulo Araújo disse...

Anónimo das 8:20 - Parece-me estar certo, pela sua descrição.

Flor d'Íris disse...

Em vez de utilizar o triângulo de rebatimento, eu rebati mesmo com recurso do compasso, será que estará correto?

João Paulo Araújo disse...

Olá "Flor d'Íris"
É normal o recurso ao compasso num rebatimento. Se está a tentar dizer que rebateu com um eixo de topo ou vertical (como estudou no 10.º ano) não pode estar certo pois o plano é oblíquo e o eixo deve ser horizontal ou frontal.
Essa é uma confusão frequente, e neste item de exame corresponde a uma enorme diferença na cotação.

Anónimo disse...

Tendo os dois Hs, uno e fico com a projeção horizontal de um plano. Esse plano vai servir para rebater o ponto B. Agora a minha dúvida é qual o processo que normalmente se utiliza para o fazer? Visto que B1 está a abaixo do H, baralhei-me um bocado para o rebater. Se dava para fazer com o triângulo de rebatimento, como é que era o processo?

João Paulo Araújo disse...

Para todas as dúvidas sobre o rebatimento:
O plano que contém as retas é oblíquo, logo o eixo deve ser horizontal ou frontal. Implica o triângulo de rebatimento ou outro processo que o possa substituir.
Seque aqui o link para um PDF interativo em tudo semelhante:

https://dl.dropboxusercontent.com/u/1229669/Geometria%20Descritiva/Resolucoes%20PDF/Teoria%20Rebatimentos%202011%2006%2025.pdf